Helena Chagas

629 TEXTOS 0 Comentários
Jornalista, formada na Universidade de Brasília em 1982. De lá para cá, trabalhou como repórter, colunista, comentarista, coordenadora, chefe de redação ou diretora de sucursal em diversos veículos, como O Globo, Estado de S.Paulo, SBT e TV Brasil (EBC). Foi ministra chefe da Secretaria de Comunicação da Presidência da República de janeiro de 2011 a janeiro de 2014.

Reação da Lava Jato para impedir prisão domiciliar de Lula

Diante do alto risco de serem derrotadas na Segunda Turma, as forças da Lava Jato - que tem como pilar de apoio no STF o próprio Fachin - rapidamente se mobilizaram para impedir que o ex-presidente ganhe o benefício da prisão domiciliar

Avança estratégia bolsonarista rumo ao PIB

Bolsonaro sabe que um eventual crescimento de Alckmin se daria em cima de seus eleitores, no campo da direita. Tenta evitar isso com um esforço para se tornar confiável ao mercado e ao PIB

Absolvição de Gleisi tem impacto político e jurídico

O alcance da decisão que absolveu Gleisi Hoffmann é bem maior do que parece. Até mesmo o duro Fachin questionou as delações

A Segunda Turma vai soltar Lula?

Gilmar Mendes, que soltou mais de vinte acusados da Lava Jato, pode dar o voto decisivo para soltar Lula. Mas e a fama de arquiinimigo do PT?

Quem será o candidato da educação?

Até agora, apenas Marina Silva, Geraldo Alckmin, Ciro Gomes e João Amoedo quiseram conversa e se interessaram em discutir o documento propondo sete medidas prioritárias para a educação.

Cuidado, o golpe parlamentarista está de volta

Quem acompanha sabe que está prontinho o projeto de semipresidencialismo elaborado por Gilmar Mendes, em conjunto com Michel Temer. Essa proposta poderia ser sacada a qualquer momento

STF e Congresso avaliam riscos de terceira denúncia

Tanto no STF quanto entre as principais lideranças do Congresso, as apostas - e a torcidas - são de que Dodge terá muita calma nessa hora.

Lula congelou a eleição

Lula deu um nó no quadro e congelou a eleição. As consequências disso para o futuro, sobretudo no tocante à (falta de) legitimidade de quem acabar sendo eleito, são imprevisíveis.

Pesos e medidas da delinquência presidencial

No padrão aplicado a Lula, se forem verdadeiras as acusações de que Temer tem sido alvo, ele corre o risco de pegar prisão perpétua. Se um triplex vale 13 anos, o que se dirá do conjunto da obra atribuída ao peemedebista?

Novidades: Ciro em segundo, Haddad empatado com Alckmin

João Dória fica empacado nos 6% no cenário em que é testado. Ou seja, o problema não é do produto Alckmin, e sim da marca PSDB.