Tiririca vai à tribuna, diz que renuncia e, depois, diz que não é renúncia

Deputado Tiririca. Foto Orlando Brito

A surpresa da semana na seara do poder ficaria por conta da renúncia de Tiririca ao mandato de deputado federal. Ele subiu à tribuna da Câmara nessa quarta-feira para comunicar ao plenário sua decisão de abandonar a vida pública. Em poucas palavras, disse-se desgostoso e decepcionado com a política brasileira. Mais tarde, disse que não se tratava propriamente de renúncia.

Terá sido um lance do deputado para valorizar sua reeleição no pleito de 2018?

Eis algumas frases que o deputado Tiririca disse em seu breve discurso na tribuna da Câmara Federal:

– Saio com a cabeça erguida. Estou triste e decepcionado com a política. Posso andar nos aeroportos do País sem precisar me disfarçar, ao contrário de alguns parlamentares. Sei que há muita gente boa no Congresso, mas a maioria não é. Nunca usei carro oficial da Câmara. Meu salário, no fim do mês, resultava em 23 mil reais. Sofri preconceito por parte de colega. Quero deixar meu abraço a todos, dos seguranças aos amigos que fiz aqui, do faxineiro ao diretor-geral. Peço a todos os parlamentares que olhem para o nosso povo. Não fiz nada, mas o pouco que fiz é muito.

Francisco Everardo Oliveira Silva, hoje com 52 anos, adotou o nome artístico de Tiririca ainda rapaz, quando começou a trabalhar como comediante em circos e pequenas casas de shows no Ceará, onde nasceu. Ganhou fama depois que foi tentar a vida como ator, cantor e humorista em São Paulo e no Rio. Na tevê, seu jeito pitoresco e ao mesmo tempo picante caiu na graça de adultos e crianças.

Tiririca vota a favor do impeachment de Dilma Rousseff

Em 2010 resolveu entrar para a política e concorreu a uma cadeira na Câmara Federal, pelo PR-Partido da República, por São Paulo. Seu slogan de campanha — Vote em Titirica, pior que está não fica! — deu resultado. Sua votação foi surpreendente: 1.348.295 votos. O terceiro de toda a história do Brasil, atrás apenas de Enéas Carneiro e Celso Russomano, em outras eleições. Em 2014, foi reeleito.

 

Deixe seu comentário
COMPARTILHAR
Artigo anteriorTiririca surpreende e renuncia ao mandato de deputado
Próximo artigoCaem índices de crimes contra o patrimônio no DF
Orlando Brito
Um dos mais conhecidos e premiados fotógrafos do país, Orlando Brito nasceu em Minas e chegou a Brasília ainda menino, no início de sua construção, em 1956. Fez viagens por mais de 60 países, em coberturas presidenciais, papais e esportivas, como Copas do Mundo e Olimpíadas. Tem seis livros publicados e quatro outros no prelo. Recebeu vários prêmios, entre eles o Press Photo do Museu Van Gogh. de Amsterdã. Onze vezes Prêmio Abril de Fotografia. Bolsa da Fundação Vitae, de São Paulo, em 1991. Várias exposições individuais e obras no acervo de diversos museus do mundo.