Inflação cai em dezembro e fica dentro da meta do Banco Central para 2016

Ministro Henrique Meirelles

Com a divulgação hoje do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 6,29% em 2016, a diretoria do Banco Central do governo Temer conseguiu evitar que a inflação ultrapasse a meta fixada pela instituição.

A queda dos preços dos alimentos fez com que dezembro fechasse com variação de 0,3% do IPCA. É o índice mais baixo para o mês desde o resultado de 0,28% de dezembro de 2008.

A informação, que possivelmente já era de conhecimento dos membros do Comitê de Política Monetária do BC (Copom), deve contribuir para uma tomada de decisão no dia de hoje de redução de 0,5% dos juros, como já vinha sendo sinalizado pelo presidente da instituição Ilan Goldfajn.

Há hoje entre os economistas das instituições financeiras um consenso de que, dados os efeitos da recessão sobre a economia, a inflação terá uma trajetória de queda em 2017, devendo fechar o ano em 4,81%, levemente superior ao centro da meta, de 4,5%. Visão que ajuda o BC a levar adiante seu objetivo de reduzir os juros de forma gradual.

Publicidade
COMPARTILHAR
Artigo anteriorSérie “Perfis Brasileiros” – Leônidas da Silva, o Diamante Negro
Próximo artigoCom boas notícias na vitrine, aliados preferem criar ministério
Ivanir José Bortot
Formado em jornalismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul com pós graduação em jornalismo econômico pela Faculdade de Economia e Administração(FAE) de Curitiba/PR. Repórter especializado em finanças públicas e macroeconomia, com passagens pela Gazeta Mercantil, Folha de São Paulo e Secretaria de Comunicação da Presidência da República. Participou da cobertura de formulação e implementação de todos os planos econômicos do país deste o Plano Cruzado, em 1985, ao plano Real, de 1994. Sempre atuou na cobertura diárias das decisões de política econômica dos Ministério do Planejamento, Fazenda e Banco Central. Experiência em grandes coberturas de finanças como das reuniões anuais do Fundo Monetário Internacional(FMI), do Banco Mundial(BIRD) e Banco Interamericano de Desenvolvimento(BID).