E o assunto é… PSDB, é claro.

Olá. Aqui o divergente Itamar Garcez.

E o assunto é… PSDB, é claro.

Agora que Michel Temer parece que se aguenta até 2018, a corrida presidencial foi deflagrada. Os Divergentes estão atentos.

Andrei Meireles, Rudolfo Lago, Helena Chagas & Ricardo Miranda discorrem sobre o assunto. “Caciques Aécio e Tasso trocam punhos de renda por luvas de boxe” é a análise de Andrei Meireles. Já Ricardo Miranda escreveu “PSDB faz programa de índio e abre grade eleitoral para global Huck“. O divergente Rudolfo Lago utilizou a teoria do biólogo Yoshinori Ohsumi para abordar a crise tucana. Leia em “Até onde irá a autofagia do PSDB?” E, ainda sobre as bicadas tucanas, o diagnóstico de Helena Chagas: “PSDB e PMDB: cada um por si e o centro dividido“.

Bem, pra não dizer que Os Divergentes só falam de tucanos, leia José Antônio Severo e Paulo Roque. Em cima do texto do economista Nelson Barbosa, Severo escreve “Esquerda prepara caminho para campanha em tempo de crise“. O advogado e jornalista Paulo Roque aborda o direito do consumidor em “Bancos ainda impõem aos consumidores venda casada de forma escancarada“.

Tudo ilustrado pelas imagens de Orlando Brito e sua galeria de fotos.

É isto. Os Divergentes não convergem nas interpretações, mas respeitam a informação, a notícia e, mais importante, respeitam sua inteligência.

Tudo no site osdivergentes.com.br, no Facebook e também no Twitte

Voz e texto: Itamar Garcez.
Edição: Tissyane Scott
Trilha Sonora: Brother Jack- JR Tundra