A tragicomédia humana

Nos períodos menos pacíficos, as ideias e valores aos quais se atribuía "aplicabilidade universal e neutra" racham. Interesses exibem-se nus, sem maquiagem. São os melhores momentos da história da humanidade, e é onde estamos hoje.

Temer quer ser um osso duro de roer

A demissão de Osmar Serraglio do Ministério da Justiça é a primeira reação do presidente Michel Temer à Força Tarefa da Lava Jato.

Futuro da Lava Jato nas mãos das ministras do Supremo

O ministro Gilmar Mendes faz campanha pública para o STF rever o entendimento de que condenados em segunda instância já comecem a cumprir pena. Nesse contexto, as ministras Cármen Lúcia e Rosa Weber serão determinantes.

Governo de Brasília se diz “surpreso” com uso das Forças Armadas em protesto

Em nota oficial, o governador Rodrigo Rollemberg, declarou que o Governo de Brasília ficou "surpreso" com o decreto de Michel Temer.

Temer no campo de batalha

Na vida e na política o que importa são os símbolos. A intervenção das Forças Armadas no protesto de ontem, em Brasília, passou uma imagem de despreparo, fragilidade e truculência.

Crônica: Lula, meu véio!

Ei, meu véio! Como estão as coisas aí na terra?

Cassação do mandato de Temer deve demorar mais de 2 meses

A resistência do presidente Michel Temer em renunciar tem uma razão lógica: o presidente ainda tem na Justiça uma sobrevida de pelo menos dois meses até uma decisão que pode afastá-lo do cargo.

Segurança em protestos na Esplanada seguirá regras de protocolo

Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social de Brasília passa a adotar regras de protocolo para os protestos que acontecerão na Esplanada nos próximos dias.

Cármen Lúcia não vai suceder Temer

A imprensa especula, as redes sociais pedem e até especialistas indicam, mas a realidade é que a ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal, está fora da sucessão do presidente Michel Temer (PMDB), caso ele deixe o cargo nos próximos dias ou semanas.
Fachada da Policia Federal em Brasília.

JBS: PF deve deflagrar novas operações contra outros investigados

Procuradoria-Geral da República pediu ao STF autorização para realizar novas diligências no âmbito da operação Lava Jato. Conteúdo tem base na delação de Joesley e Wesley Batista, donos da JBS.