Ricardo Miranda

Ricardo Miranda
190 TEXTOS 0 Comentários
Jornalista e analista sênior de informações. Formou-se na Universidade de Brasília em 1987. Por mais de 20 anos, foi repórter, editor, correspondente e chefe de Sucursal em alguns dos principais veículos de comunicação do País: O Globo, Jornal do Brasil, Folha de S.Paulo, Istoé e Correio Braziliense. Trabalhou na FSB Comunicação, onde, por oito anos, foi diretor do núcleo de Mídia & Análise. É diretor de Atendimento da Santafé Ideias, no Rio, além de colaborador da Avenida Comunicação. Também é sócio-fundador da RMPJ e da Revista Tablado. Entre as premiações que recebeu estão o Prêmio Esso de Jornalismo, com a equipe de IstoÉ, e Menção Honrosa no Prêmio Vladimir Herzog. É pai de Bruno e Gabriela.

A escolha do “candidato do Lula” vai decidir a eleição

Ricardo Brasil, diretor-executivo da Vertude, analisa o complexo cenário eleitoral e mostra que, em um segundo turno com Lula impugnado, a escolha da chapa petista fará toda a diferença - com seu candidato largando com até 20% de intenção de votos. Mas há mais eleitores de Bolsonaro do que supõem as pesquisas tradicionais

Chapa Chuchu-Relho leva o PSDB para a direita

Escolha de Ana Amélia como vice de Alckmin junta Opus Dei a ruralistas e se iguala em conservadorismo à candidatura Bolsonaro. E essa é a ideia

Capitão engana picolé de chuchu – e Globo embarca

Bolsonaro forja rodada dupla: desmarca com Globonews alegando "problemas de agenda", faz live no mesmo horário e ainda terá palanque global hoje

Banzé na sucessão: Lula, Ciro e PSB mudam rota das eleições

O acordo entre PT e PSB, que montaram alianças de cima pra baixo, e a reação indignada de Ciro, abriram dois cenários. Ou Lula deu um golpe de mestre, mesmo contrariando parte da militância, ou terá contribuído para uma final de direita no segundo turno

A sombra de Herzog eclipsa o Bolsomito

MPF reabre investigações do caso Herzog após Brasil ser responsabilizado pela OEA. Com Bolsonaro defendendo torturadores e Lula preso, você não verá esse tema na campanha, mas ele estará em muitas consciências

O primeiro showmício de Lula sem Lula

Quase 100 mil pessoas foram aos Arcos da Lapa por #Lulalivre, mas você lerá que foi um ato trivial com artistas famosos e um público descerebrado

Nazismo.com: uniformes, capacetes e itens originais nazistas são comercializados livremente em site

Mercado Livre mostra como o nazismo atrai colecionadores da Era Hitler, nazifashionistas e (talvez) neonazistas, sem restrição ou controle ético desse marketing bizarro

Facebook dá golpe de misericórdia no MBL

Rede social desativou 196 páginas e 87 contas no Brasil por sua participação em "uma rede coordenada que se ocultava com o uso de contas falsas" para "espalhar desinformação"

O Twitter de Temer comprova: ele ainda é presidente!

Na rede social, ele mostra sua estatura: check in em Puerto Vallarta e Cabo Verde, encontro com evangelizadores, gratidão pelo resgate de crianças tailandesas e pose de torcedor (pé frio) na Copa do Mundo

Eleições presidenciais: sem Riachuelo, nem João Fortes, MBL implodiu

Holiday, Arthur do Val e Kim Kataguiri querem fazer uma bancada federal, mas mal conseguem escolher um candidato presidencial. Sem opção, vão ter que ir de Alckmin

Veja também

PIB e mercado começam a repensar apoios a Bolsonaro

Percebeu-se, afinal, que o candidato do PSL não tinha um programa econômico tão estruturado assim, e que esses improvisos podem gerar muita insegurança. Ficou claro também que Guedes, o “Posto Ipiranga” que, segundo Marina Silva, pegou fogo, também não está com essa bola toda

Ciro vai bater em Haddad