José Antônio Severo

José Antônio Severo
95 TEXTOS 0 Comentários
Jornalista há mais de 40 anos na imprensa econômica, foi editor executivo da revista Exame, editor e diretor da Gazeta Mercantil, editor chefe do Jornal da Globo e diretor geral de Jornalismo da Rede Bandeirantes. Foi repórter dos jornais O Estado de S. Paulo e O Globo, das revistas Realidade e Veja. Na televisão foi integrante da bancada do programa Crítica&Autocrítica da Rede Bandeirantes e âncora do programa Primeira Página da TV Nacional de Brasília. Autor, dentre outros, dos livros “Os Senhores da Guerra” (L&PM Editores) e “Cem Anos de Guerra no Continente Americano” (Editora Record). Produtor e roteirista de longas-metragens.

Petrobras regride à imagem dos anos 70

O mercado não gostou da estatal tomar medidas do interesse do governo. A crise que se abateu a partir da Lava Jato se espraia agora como efeito colateral da greve dos caminhoneiros.

Bolsonaro diz ao Partido que não há recursos para as campanhas regionais

Sem fundo eleitoral, militares da reserva vão recorrer a vaquinhas para financiar a eleição de uma bancada verde-oliva.

Parlamentarismo vem por gravidade

O presidencialismo de coalizão naufragou. A maioria é formada depois do eleito ser diplomado. É a porta aberta para a chantagem ou sua contrapartida, o suborno.

Os dentes afiados do “Pastor Alemão”

O documento da CIA mostra Ernesto Geisel tal qual ele foi, um general pragmático que não admitia ameaças a seu poder.

Meta dos grandes partidos é bancada acima de 50 deputados federais

Mesmo baleados pela Lava Jato, os partidos com maiores bancadas na Câmara esperam continuar no pelotão da frente. A turma de baixo quer chegar lá.

Marqueteiros articulam reação para vencer marasmo das campanhas

Profissionais reclamam da imagem de responsáveis pela decadência política no país.

Partidos pequenos e médios concentram recursos nas bancadas parlamentares

Essa é uma tendência geral dos partidos intermediários, pois fora os hegemônicos PT e PSDB, que têm obrigação de apresentar cabeças de chapa, todos os demais estão botando seus pré-candidatos na balança.

“Assalto ao Poder” e “CV-PCC: A irmandade do crime”

A Editora Record relançou neste fim-de-semana a 14ª edição do livro reportagem do jornalista Carlos Amorim, denunciando a ação das facções criminosas Comando Vermelho, do Rio de Janeiro, e Primeiro Comando da Capital ( o PCC), de São Paulo.

Seria Bolsonaro um Hugo Chávez enrustido?

Em comum, Bolsonaro e Chávez têm mais do que a farda e a formação em escolas de oficiais.

Por que o mercado acolhe Joaquim Barbosa?

A figura de um ministro da Suprema Corte, com sólida formação acadêmica, reputação ilibada e distante do ambiente político foi acolhido no exterior como um indício de que o Brasil pode recuperar a credibilidade e voltar a seu antigo lugar na comunidade internacional de negócios.