João Gabriel Alvarenga

João Gabriel Alvarenga
45 TEXTOS 0 Comentários

Supremo dá recado a Bolsonaro na primeira sessão plenária após o segundo turno

Os ministros criticaram abusos estatais e a entrada de policiais e fiscais em universidades, inclusive sem ordem judicial em alguns casos, asseguraram que o Supremo vai atuar em caso de autoritarismo ou violação constitucional

Eleição de Bolsonaro coloca Supremo à prova

O STF pode ter pela frente, com a eleição de Jair Bolsonaro (PSL-RJ), um protagonismo que nem as denúncias de corrupção propiciou

TSE terá composição mais rígida de sua história nestas eleições

Com as posses no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) da ministra Rosa Weber na presidência, do ministro Roberto Barroso na vice-presidência, do ministro Jorge Mussi...

Entenda por que o Supremo não legisla ao analisar a descriminalização do aborto

O STF não vai liberar ou proibir o aborto. A Suprema Corte vai dizer se a lei que penaliza quem comete a prática viola direitos fundamentais das mulheres e dos médicos e, no caso de violar, se a não-criminalização da prática infringe direitos do feto

Mercado erra ao apostar na instabilidade de novo

Economistas não cansam de dizer que uma recuperação econômica saudável, forte e equilibrada só se dará num ambiente político harmonioso e confiável

Cármen Lúcia se perdeu na presidência do STF

Pautar assuntos difíceis e o enfrentar temas polêmicos resultou um desencaminhamento na gestão de Cármen Lúcia

Supremo deve revogar prisão após segunda instância

Ainda que a condenação do Lula tenha colocado pressão sobre os ministros, já se cogitava em uma alteração na execução provisória.

Coletiva do interventor mostrou que ainda não há plano para o Rio

Na coletiva de imprensa realizada hoje (27) a intervenção no Rio foi exposta como uma oportunidade do estado recuperar sua credibilidade, Porém o ponto grave do não plano apresentado é a falta de integração com o Ministério Público e com a Defensoria do Rio.

A estranha mudança de ministério da Polícia Federal

A criação do Ministério da Segurança já sacramentada e a transferência da PF da Justiça abre uma margem para diversas interpretações.

Só o Supremo pode salvar Lula da prisão

Nos próximos 60 dias LuLa deve ter a prisão decretada pela Justiça Federal e só uma mudança na execução provisória da pena no STF mudaria essa previsão.

Veja também