Ilimar Franco

Ilimar Franco
9 TEXTOS 0 Comentários

A rejeição à política tradicional venceu

Esta eleição foi marcada por um embate entre a antipolítica e a política tradicional. A rejeição à política tradicional venceu o primeiro turno das eleições presidenciais

Uma vez Flamengo, sempre Flamengo

Apesar dos escândalos, os partidos sobrevivem. Se um jogador cai no campo de batalha, é substituído. O time segue adiante com sua torcida e suas bandeiras.

Câmara ou Senado?

Qual das Casas Legislativas deve ser a prioridade dos partidos e dos candidatos nas eleições parlamentares de 2018?

Apostando na instabilidade – o “Recall”

Senadores querem que uma minoria de 10% de eleitores possa pedir a revogação de um mandato presidencial. Pobre do Brasil e dos brasileiros.

Temer quer ser um osso duro de roer

A demissão de Osmar Serraglio do Ministério da Justiça é a primeira reação do presidente Michel Temer à Força Tarefa da Lava Jato.

Temer no campo de batalha

Na vida e na política o que importa são os símbolos. A intervenção das Forças Armadas no protesto de ontem, em Brasília, passou uma imagem de despreparo, fragilidade e truculência.

Temer e Aécio acreditavam que Lula era o único alvo?

Parece que, até ontem, Temer e Aécio também acreditaram que Lula era o único alvo da Lava Jato. E que ambos estavam imunes e podiam fazer o que quisessem pelos cantos.

Perdidos no espaço

O tempo passa e tempo voa, a realidade mudou e as propostas de reforma política contemplam o passado. São as mesmas.

Os que latiam, miam

Os que latiam, miam. Esta é a frase política síntese depois de três anos da operação Lava Jato, deflagrada em março de 2014. O rigor contra uns foi substituído pela complacência contra outros.

Veja também

PT não vai ganhar no tapetão, mas WhatsAppgate não pode ser...

A investigação do WhatsAppgate vai bem além da denúncia do PT, pois ele compromete a lisura do sistema eleitoral. Se não houver uma apuração séria e isenta, vamos consolidar aquela imagem de república bananeira, recuperada nos últimos tempos. Está nas mãos do TSE