Andrei Meireles

595 TEXTOS 0 Comentários
Repórter de Política há mais de 40 anos, Andrei Meireles passou pelas redações dos jornais O Globo e Jornal de Brasília, das revistas IstoÉ e Época, foi comentarista político do boletim diário da revista Época na rádio CBN e colunista do Fato Online. Um dos mais premiados jornalistas brasileiros, tem dois prêmios Esso (de Reportagem em 2000 e de Jornalismo em 2001) e três prêmios Embratel (de Jornais e Revistas em 2001 e 2004 e o Grande Prêmio Embratel Barbosa Lima Sobrinho em 2009).

O jogo dúbio do governo deu certo

Assim é, se lhe parece, a famosa peça do escritor italiano Luigi Pirandello, é sempre lida, encenada e citada com diversos olhares, mas todos...

Planalto trabalha contra Castro. Sua vitória pode custar a cabeça de Geddel

Em política, os embates costumam provocar consequências que extrapolam o motivo em si da disputa. É o caso da concorrida eleição para a Presidência...

O Dia D de um trem descarrilhado chamado Câmara dos Deputados

No folclore árabe, os gênios, bons ou maus, às vezes escapam de lâmpadas ou garrafas. É o que parece estar acontecendo no...

A catarse pós Cunha faz da Câmara campo minado para Temer e oposição

Catarse é uma palavra de origem grega com alguns significados. Um deles diz que é a libertação de alguém que consegue superar algum trauma...

Tarso veta salto triplo carpado de Lula

Em tempos de Olimpíadas, o jogo político não para de surpreender. O troféu é a Presidência da Câmara, vaga aberta por Eduardo Cunha ter...

Afinal, Rosso é alvo de seu passado, de seu futuro ou dessa semana?

Parlamentar de primeiro mandato, Rogério Rosso parece um veterano na Câmara dos Deputados. Ele é candidatíssimo à vaga aberta com a renúncia de Eduardo...

Heráclito corre por fora, mas só é viável se tiver apoio de seu partido

Para quem disputa eleição ou o concorrido mercado de comunicação, um bordão pode fazer a diferença. Se o pior que está, não fica, de...

Temer em jogo de cartas marcadas

Poucas coisas excitam mais os políticos do que votos. Se o apoio de eleitores, enganados ou não, é fonte de satisfação, imagine o prazer...

A aposta de Cunha é mais um blefe

Quem está em queda livre sempre acredita em algum amparo. Quem não quer cair junto, estimula essa crença. Essa é a situação, digamos, espacial...

Maranhão oscila daqui e dali e eleição de sucessor de Cunha será na quinta

O jogo era para ser o seguinte: Eduardo Cunha renuncia à Presidência da Câmara, nova eleição seria convocada a toque de caixa, e o...