Publicidade

A gasolina vai subir de preço pra encher o bolso da burocracia

Em pelo menos um aspecto o governo Michel Temer se parece com o dos petistas Lula e Dilma Rousseff: o trio se esmera em proteger o funcionalismo, o estrato assalariado mais privilegiado de nossa sociedade.
video

Política e Música: confira nossas matérias

A política não precisa ser sempre salgada. Por isso, vamos colocar água, ou melhor, música na fervura.

Vespertinas: autoritarismo justificado

Rotina forense I. Há realidades com as quais nos acostumamos com desconforto. É o caso das já rotineiras revelações de larápios que infestam as...

180 dias de agonia. Ou… o presidente saiu, mas pode voltar

O Brasil viveu a agonia com Fernando Collor, repetiu a dose com Dilma Rousseff e, desta vez, pode experimentar a aflição inédita de um...
video

Batalha final marcada para 2 de agosto. Confira nossas matérias

Michel Temer quase renunciou, foi para o ataque, pareceu que cairia e agora deu mostras de vitalidade - pelo menos até o dia 2 de agosto. Confira o que temos a dizer.

Pelo poder do foro privilegiado, Temer coloca a “faca nos dentes”

O estilo comedido que caracteriza as atitudes públicas e intramuros do presidente Michel Temer está cedendo à pororoca de denúncias e consequente perda de apoio político. Como todo animal encurralado, sua reação é a luta renhida pela sobrevivência.

Vespertinas: Globo e PT, tudo a ver

A Rede Globo tornou-se agente ativo no enfraquecimento do governo Michel Temer - se ele vai cair, veremos na sequência. A esquerda, PT à frente, deveria reconhecer essa contribuição companheira da inimiga predileta.

Vespertinas: coerência, a primeira vítima da política & juiz sobre rodas

Infração permitida I. O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) errou ao determinar que integrantes de tribunais estaduais e federais substituam as placas pretas das viaturas...

A salvação de Temer e o medo do cárcere

A sustentação do presidente Michel Temer estriba-se em pelo menos três fatores sobre os quais ele tem pouco ou nenhum domínio. São eles a mobilização das ruas, o entendimento a respeito do sucessor e a bala de prata acusatória.

Vespertinas: um brasileiro honesto, por favor

Escolher um substituto para o presidente Michel Temer, caso este deixe a presidência da República, que seja ou possa vir a ser alvo da Operação Lava-Jato é rematada irresponsabilidade. De quantos presidentes o Brasil precisa?